TENDÊNCIAS

City Defenders
City Defenders

Proteção da pele e cabelos contra os danos causados pela poluição urbana


Quando falamos sobre envelhecimento da pele, reconhecemos o sol como o fator ambiental mais relevante, por meio da ação oxidativa das radiações solares, principalmente da radiação UVA. Mas esse não é o único fator que contribui para o envelhecimento cutâneo precoce. A poluição, além de causar graves danos à saúde humana, pode desencadear problemas relacionados diretamente à pele.


 


Como a poluição reflete na pele?


Estudos recentes mostram um vínculo entre a poluição e o aceleramento do processo de envelhecimento do maior órgão do corpo humano. A pele tem como característica principal sua interação com o ambiente externo e, por isso, sofre consequências do contato frequente com agentes poluentes. O contato diário da pele com esses fatores externos geram radicais livres, ocasionam danos à barreira cutânea e formam sinais visíveis como manchas, falta de viço e elasticidade. A poluição também pode estar relacionada ao desenvolvimento de peles sensíveis e reativas, que se tornam predispostas ao envelhecimento precoce por conta do processo inflamatório crônico na pele.


 


Como se proteger dos danos da poluição na pele?


A melhor maneira de poupar e prevenir a pele dos fatores poluentes, é utilizar dermocosméticos que formem um filme protetor para atuar como um “escudo”. Além disso, vale priorizar os produtos que tenham ação antioxidante, calmante a ajudem a prevenir diretamente os efeitos dos poluentes na pele. Para isso, leia com atenção as bulas e embalagens.


 


Fonte: www.fcecosmetique.com.br e www.peleempauta.com.br

  • City Defenders


LEIA MAIS


FALE CONOSCO